Recovery Toolbox for SQL Server - Ajuda online

O Recovery Toolbox for SQL Server (Descarregar) foi desenvolvido para reparar dados de bancos de dados corrompidos no formato MS SQL Server (extensão *.mdf). O processo de recuperacao de dados consiste de 7 passos fáceis; o programa apresenta uma interface muito fácil, sendo muito difícil cometer um erro:

1. Selecionar um banco de dados corrompido no formato MS SQL Server para ser reparado

Antes de mais nada, especifique o caminho para o arquivo corrompido com extensão *.mdf. Existem varias formas de fazer isto.

  • Digite o nome do arquivo de origem, você deve fornecer o caminho completo para este arquivo
  • Escolha o arquivo de origem de uma lista pop-up, que pode ser aberta com a tecla . Nela, você pode ver todos os documentos que foram encontrados pelo Recovery Toolbox for SQL Server
  • Escolha o nome do arquivo com o Windows Explorer, que também pode ser aberto com a tecla

Ao terminar, clique em Next (Próximo) e avance para o próximo passo.

2. Analise das informacoes de sistema do banco de dados corrompido

Neste passo, você recebera a mensagem: Do you wish to start recovery? (você deseja iniciar a recuperacao?) Clique em Yes (Sim) para iniciar o processo. Ao terminar, o Recovery Toolbox for SQL Server iniciara o processo de recuperacao de dados. Durante este passo, você vera um indicador que mostrara o estado deste processo.

3. Visualizar os dados que podem ser recuperados de arquivos corrompidos com extensão .mdf

Quando os dados de sistema forem extraídos pelo Recovery Toolbox for SQL Server, eles serão mostrados em uma tela. O usuário vera uma janela, que parece com a interface do Windows Explorer. Do lado esquerdo, você vera uma lista de categorias de dados; do lado direito, pode visualizar os dados propriamente ditos.

  • Quando os usuários selecionam a categoria de informacao User Tables (Tabelas de usuários), podem ver que o lado direito da tela e separado em duas partes. Na parte superior, ha uma lista de todas as tabelas de usuários; na parte inferior, o conteúdo da tabela que esta ativa.
  • Quando a categoria de informacao System Tables (Tabelas de Sistema) e selecionada, os usuários podem visualizar a lista de tabelas de sistema localizada a direita.
  • Ao escolher a categoria Views (Exibicoes), o lado direito da tela e separado em duas partes. Na parte superior, ha uma lista de todas as exibicoes; na parte inferior, ha o código fonte da exibicao ativa.
  • Quando os usuários selecionam a categoria de informacao Stored Procedures (Procedimentos Armazenados), o lado direito da tela e separado em duas partes. Na parte superior, ha uma lista de todos os procedimentos armazenados. Se você selecionar um procedimento, seu código fonte aparecera na parte inferior.
  • Quando os usuários selecionam a categoria de informacao Function (Funcao), o lado direito da tela e separado em duas partes. Na parte superior, ha uma lista de todas as funcoes armazenadas. Se você selecionar uma funcao, seu código fonte aparecera na parte inferior.
  • Quando os usuários selecionam a categoria de informacao User Defined Data Types (Tipos de Dados Definidos pelo usuário), podem visualizar a lista de tipos de dados definidos pelo usuário no lado direito da tela.

você pode visualizar informacoes de sistema que foram reparadas de bancos de dados danificados no formato MS SQL Server, ter a certeza de que o processo funciona e que o Recovery Toolbox for SQL Server pode reparar seus dados com sucesso.

Clique em Next (Próximo), se você quiser continuar.

4. Escolha o método de exportacao de dados

Ha duas formas de exportar os dados recuperados de um banco de dados corrompido no formato MS SQL Server que são suportadas pelo Recovery Toolbox for SQL Server. Primeiramente, você pode salva-los como uma serie de scripts, escritos em linguagem SQL. Se você preferir esta opção, escolha Save script to disk (Salvar script em disco) e especifique a pasta onde ele será salvo, o que pode ser feito na area Destination Directory (Diretorio de Destino). Os usuários podem faze-lo tanto manualmente, quanto com o dialogo Select Folder (Selecione Pasta), que pode ser aberto clicando em .

Se você selecionar esta opção, o Recovery Toolbox for SQL Server criara uma pasta, nomeada de acordo com seu modelo interno, na pasta Recovered nome_arquivo_origem. Esta pasta conterá scripts no formato da linguagem SQL, bem como o arquivo install.bat para instalar os dados no servidor. Este e o seu formato: install.bat nome_servidor nome_bancodedados nome_usuário. você pode facilmente mover estes scripts para qualquer PC e então executa-los.

Alem disso, os usuários podem exportar os dados recuperados diretamente para um banco de dados. Se você escolher esta forma, selecione a opção Execute script on database (Executar script em banco de dados) e especifique o valor do string de conexão na area Connection String (String de conexão). você pode fazer isto manualmente ou no dialogo Data Link Properties (Propriedades do Link de Dados), que pode ser aberto com a tecla .

Dado o fato de que bancos de dados podem contem vários gigabytes de informacoes, o Recovery Toolbox for SQL Server pode dividir os scripts de saida em mais de um arquivo. Se você preferir especificar o tamanho máximo de arquivo, informe o numero desejado na area Split into parts with size (this value will be shown in kb) (Dividir em partes com tamanho ( este valor será mostrado em kb)).

Clique em Next (Próximo) para continuar.

5. Escolha as informacoes que devem ser reparadas e salvas

Veja bem esta janela, ela parece com a janela de visualizacao dos dados do terceiro passo. A diferença esta nas caixas de seleção ao lado de todos os objetos e categorias. Devido a estas caixas de seleção, os usuários podem especificar os dados que serão recuperados e salvos de bancos de dados corrompidos em formato MS SQL Server.

  • Se você quiser marcar/desmarcar todo o banco de dados, selecione a caixa de seleção Database (Banco de Dados), que pode ser encontrada no lado esquerdo.
  • Se você for selecionar uma categoria, ou desmarcar itens ja marcados, marque/desmarque as caixas de seleção apropriadas, localizadas proxima ao item.
  • Se você quiser selecionar um objeto em particular, ou desfazer uma seleção, especifique o nome da categoria e marque/desmarque as caixas de seleção apropriadas proximas aos itens.

Clique em Next (Próximo) para continuar.

6. Analisar e salvar o(s) banco(s) de dados corrompido(s)

Quando os usuários avançam para este passo, o Recovery Toolbox for SQL Server inicia automaticamente o processo de varredura e analise do banco de dados corrompido. você pode acompanhar seu progresso, com a barra de progresso apropriada. Note que este processo depende inteiramente do tamanho do arquivo de origem e do desempenho da CPU.

7. Visualizar relatórios de exportacao de dados

Quando a exportacao de dados termina, você pode visualizar o relatório final contendo os resultados do processo de recuperacao de dados de bancos de dados corrompidos no formato MS SQL Server realizado na sessão atual.