Ferramenta para reparar bancos de dados SQL Server

Como reparar um arquivo MDF danificado do Microsoft SQL Server?

Recovery Toolbox for SQL Server

Recovery Toolbox for SQL Server

Recovery Toolbox for SQL Server ajuda a corrigir arquivos corrompidos MDF de todas as versões do MS SQL Server.

4.8 (4)
Rating
(3)
(1)
(0)
(0)
(0)

Como reparar o banco de dados do Microsoft SQL Server

Como reparar uma base de dados corrompida ou suspender o banco de dados do Microsoft SQL Server. Como reparar dados de um arquivo *.mdf danificado - instruções passo-a-passo:

  1. Baixe Recovery Toolbox for SQL Server aqui: https://recoverytoolbox.com/download/RecoveryToolboxForSQLServerInstall.exe
  2. Instale o Recovery Toolbox for SQL Server
  3. Inicie o Recovery Toolbox for SQL Server
  4. Selecione o arquivo *.mdf corrompido
  5. Visualize os dados, que podem ser recuperados do banco de dados do Microsoft SQL Server corrompido
  6. Escolha o método de exportação de dados
    • Salvar como scripts SQL em disco
    • Executar script SQL no banco de dados diretamente
  7. Escolha as informações que devem ser reparadas e salvas
  8. Pressione Iniciar recuperação
sql server reparar

O Recovery Toolbox for SQL Server permite reparar bancos de dados MDF do Microsoft SQL Server. Veja como reparar bancos de dados SQL e corrigir erros tais como:

  • Propriedade FILE SIZE incorreta. (Microsoft SQL Server, Erro:5172)
  • O SQL Server detectou um erro de E/S baseado em consistência lógica: Soma de Verificação Incorreta. (Microsoft SQL Server, Erro:824)
  • A página IAM (Index Allocation Map) é apontada pelo próximo ponteiro de uma página IAM.
  • Detectado erro de E/S (ID de página incorreta) ao ler o deslocamento 0x###### no arquivo NomeArquivo.mdf.
  • O arquivo parece ter sido truncado pelo sistema operacional.
  • Ocorreu um erro na ID do registro de log, ao refazer uma operação registrada em log no banco de dados NomeBancodeDados.

Recursos da ferramenta para recuperar bancos de dados SQL corrompidos

  • Repara bancos de dados do SQL Server e arquivos *.MDF de todas as versões do Microsoft SQL Server: 7/2000/2005/2008/2008 R2/2012/2014/2016
  • Repara todos os objetos em arquivos .mdf corrompidos: tipos de dados, dados das células nas tabelas, modos de exibição, procedimentos armazenados, funções personalizadas, gatilhos, índices, chaves primárias e estrangeiras, restrições e outros
  • Repara um banco de dados SQL armazenado em vários arquivos (arquivos *.mdf e *.ndf)
  • Exporta os dados reparados diretamente para bancos de dados do Microsoft SQL Server
  • Salva os dados corrigidos como scripts SQL
  • Permite visualizar os dados e estruturas recuperados
  • A ferramenta de Reparo SQL foi testada com sucesso no Windows 98/Me/2000/XP/Vista/7/8/10 ou Windows Server 2003/2008/2012/2016 e superior
  • A ferramenta de reparo MDF inclui uma interface multi-idioma
  • Recupere seus dados depois de um Ataque de Ransomware Encryption
  • Ferramenta de visualização de MDF

O Recovery Toolbox for SQL Server é uma solução tudo em um para reparo de arquivos MDF/NDF corrompidos contendo bancos de dados do MS SQL. O Recovery Toolbox for SQL Server permite reparar arquivos mdf e recupera dados desde bancos de dados suspensos.

Requisitos:

  • Windows 98/Me/2000/XP/Vista/7/8/10 ou Windows Server 2003/2008/2012/2016 e superior
  • Microsoft SQL Server: 7/2000/2005/2008/2008 R2/2012/2014/2016

Resposta:

Existem duas formas de salvar os dados, suportadas pelo Recovery Toolbox for SQL Server:

  1. Você pode salvar os scripts SQL no disco rígido; eles criarão objetos de bancos de dados, tabelas, por exemplo, e inserirao dados nestas tabelas.
  2. Você também pode executar scripts em bancos de dados, definidos pelos usuários; estes scripts são escritos em linguagem SQL.

Note que os scripts SQL podem ser diferentes, apesar do fato de estarem nos mesmos arquivos do banco de dados. Isto acontece por causa das particularidades sintáticas nas queries, que são executadas para conexão direta com o servidor através de ADO e em queries do SQL, realizadas no ambiente do Query Analyzer (Analisador de Queries) fornecido junto com o MS SQL Server (o uso do ":", o comando Go, etc.). A primeira forma e mais confiável, enquanto que a segunda forma e mais conveniente.

Convertendo dados de scripts e salvando-os em disco

  1. 1. Mapeamento de dados salvos

    Se você escolheu salvar os dados em disco, o Recovery Toolbox for SQL Server criara um subdiretorio, que inclui o nome do arquivo MDF de origem; este subdiretorio e criado no diretorio definido pelo usuário e todos os scripts serão colocados la. Todos os scripts são nomeados a partir de uma regra; os nomes consistem de uma palavra e um digito. A palavra indica o papel do script, o digito indica seu numero. Existem vários tipos de script, por exemplo:

    • Types*.sql - scripts que criam tipos de dados, definidos pelos usuários.
    • Tables*.sql - scripts que criam tabelas.
    • Indexes*.sql - scripts que criam chaves primarias e índices.
    • ForeignKeys*.sql - scripts que criam chaves estrangeiras.
    • Procedure*.sql - scripts que criam procedimentos armazenados.
    • Function*.sql - scripts que criam funcoes, definidas pelos usuários.
    • View*.sql - scripts que criam exibicoes.
    • Triggers*.sql - scripts que criam gatilhos.
    • Data*.sql - scripts que inserem dados nas tabelas.

    O numero de sequência do script não contem nenhuma informacao útil, não aponta para nenhuma sequência de execucao dos scripts ou qualquer outra informacao. Estes números são utilizados somente para separar os dados e salva-los em uma serie de documentos menores, ao invés de um arquivo grande. Os usuários podem definir o tamanho máximo do arquivo com scripts SQL. Alem disso, os usuários devem atentar para a numeracao dos arquivos Data. Deve-se notar que cada arquivo do tipo Data pode conter dados para somente uma tabela. Arquivos com números sequenciais contem todos os dados para cada tabela.

    Nota: Se os números estiverem faltando para alguns arquivos, isto significa que algumas tabelas não contem dados.
  2. 2. Sequência de execucao de script

    Nesta figura, você pode ver a ordem recomendada de execucao de script:

    A sequência de execucao de script depende de restricoes existentes para dados existentes e estruturas da tabela. Preste atencao a estes fatores:

    1. Especifique a chave primaria correspondente, se você quiser criar uma chave secundaria. Devido a este fato, estas operacoes são salvas em diferentes arquivos, que devem ser executados nesta sequência.
    2. Antes da criacao de índices e chaves secundarias, o programa preenche as tabelas. Isto e obrigatório, porque a verificacao de integridade referencial e executada quando uma tabela com chave secundaria definida esta sendo preenchida. Quando tabelas com chaves secundarias são preenchidas antes das tabelas com as chaves primarias correspondentes, ocorre um erro. Alem do mais, este método apresenta outra particularidade. Se os dados recuperados conflitarem com a chave primaria, índices unicos etc., neste caso, a tabela será preenchida com os dados mesmo assim, mas as restricoes não serão criadas (indice, chave primaria etc.). Se os usuários desejarem outro comportamento, podem selecionar qual a sequência de execucao de script desejada.
    3. A criacao dos objetos Procedures, Functions, Views e Triggers em um banco de dados apresenta algumas dificuldades, porque estes objetos podem ter dependencias sofisticadas e complicadas. Os Procedimentos podem referenciar outros Procedimentos, Exibicoes podem referenciar Funcoes, Gatilhos podem referenciar todos os objetos. E por isto que um programa não podem ajudar a resolver este emaranhado. Os usuários devem encontrar todas as dependencias manualmente e executar os scripts SQL na sequência necessaria. Outra possibilidade consiste na execucao de todos os scripts deste grupo varias vezes, ate que todas as mensagens de erro desapareçam.
  3. 3. Arquivo Install.bat

    O arquivo Install.bat e criado para garantir a execucao automatizada de todos os scripts. Este arquivo executa todos os scripts que foram previamente salvos pela ferramenta. A sequência de execucao de script será a mesma utilizada quando aplicada ao banco de dados. Este arquivo em lote requer que o utilitario isqlw seja instalado, que e uma parte do cliente do MS SQL Server. Especifique os parâmetros Nome do servidor, Nome do banco de dados, Nome do usuário e Senha para o arquivo install.bat na linha de comando. Por exemplo: install.bat SQLServer SQLDatabase SQLUser SQLUserPassword

    Atencao:
    1. Os parâmetros devem estar separados por um espaço. Se o parametro em si contem um espaço, você deve coloca-lo entre aspas.
    2. A sequência de parâmetros não pode ser modificada.
    3. Se o arquivo install.bat for executado sem os parâmetros, você vera um breve guia de como utiliza-lo.
  4. 4. InstallTrusted.bat

    Se você deseja fazer logon no Microsoft SQL Server usando sua conta do Windows, use o arquivo InstallTrusted.bat. O arquivo InstallTrusted.bat possui dois parâmetros: Server name, Database name.

    Exemplo de uso: installtrusted.bat SQLServer SQLDatabase. Para obter detalhes sobre o logon via conta do Windows consulte aqui: https://docs.microsoft.com/pt-br/sql/relational-databases/security/authentication-access/principals-database-engine?view=sql-server-2017

Resposta:

Reparando um banco de dados no formato MS SQL Server a partir de vários arquivos de origem

Um banco de dados no formato MS SQL Server contem um ou vários arquivos. Existem vários tipos de arquivos: arquivo de dados principal (com a extensão padrão *.mdf), arquivo de dados secundario (com a extensão padrão *.ndf) e o arquivo de log de transacoes (com a extensão padrão *.ldf). Se você quiser reparar os dados com o Recovery Toolbox for SQL Server, você deve especificar o caminho para todos os arquivos de dados secundários e para o arquivo de dados principal. Isto pode ser feito na caixa de dialogo Open File (Abrir Arquivo).

Fig.1

Se um banco de dados corrompido contem o arquivo de dados principal, um ou mais arquivos de dados secundários e um ou mais arquivos de log de transacoes, você deve selecionar o arquivo de dados principal no formado *.mdf e todos os arquivos de dados secundários no formato *.ndf (veja a fig. 2).

Fig.2

Resposta:

Muita memoria RAM e necessaria para recuperar grandes bancos de dados MS SQL Server. Os desenvolvedores do programa recomendam que você recupere grandes bancos de dados em computadores com memoria física livre suficiente. A memoria física utilizada pelo programa não deve ser menor do que o tamanho do arquivo que você esta recuperando dividida por 500, mais 20-100 MB para a execucao do programa. Ou seja, se você tentar recuperar um arquivo .mdf com o tamanho de 100 GB, o computador deve ter pelo menos (100 GB / 500) + 120 MB = 320 MB de memoria física livre.

Resposta:

Para resolver este problema, você deve:

  1. Salve os dados como scripts.
  2. Execute o arquivo install.bat com todos os parâmetros necessarios a partir da linha de comando.
  3. Veja os arquivos de resposta ( *????.sql.txt) para descobrir quais scripts não foram executados com sucesso.
  4. Carregue os scripts executados com erro no Query analyzer (Analisados de Query) do Microsoft SQL Server e tente executa-los la. Depois que receber uma mensagem de erro, você deve detectar qual comando causou o erro. Se este comando grava dados que não tem valor, você pode simplesmente remove-lo do arquivo. Senao, você deve enviar o script executado com erros e um screenshot do Query analyzer para os desenvolvedores. Alem disso, pode ser necessario enviar posteriormente o arquivo *.mdf de origem para os desenvolvedores, para que possam estudar o problema.

Resposta:

  • Se um valor em um campo Primary Key (Chave Primária) estiver incorreto (se, por exemplo, é negativo ou muitas vezes maior do que todos os outros valores), os dados originais foram seriamente danificados e é impossível recuperá-los completamente.
  • Se aparecerem valores duplicados nos campos Primary Key, isso significa que o programa recuperou páginas com dados que foram marcados para serem apagados no banco de dados (arquivos mdf, ndf). Mas na verdade não existe marca de que a página com os dados deve ser apagada. E, portanto, o programa recupera dados de todas as páginas. Isso resulta em dados recuperados em excesso e os desenvolvedores da Recovery Toolbox for SQL Server (Ferramentas de Recuperação para SQL Server) não puderam encontrar critérios para filtrar as entradas em excesso. Nesse caso, os administradores do banco de dados e/ou desenvolvedores de software tomam a decisão final sobre entradas em excesso no banco de dados que devem ser apagadas.

Resposta:

A ferramenta isqlw.exe é um componente do pacote MS SQL Server. Você pode fazer o download da versão mais recente do MS SQL Server no site da Microsoft e instalar os componentes necessários no computador. A versão demo do MS SQL Server obtida no site da Microsoft permite usar os componentes durante o período especificado na EULA.

Se você puder encontrar as ferramentas apropriadas em www.microsoft.com, baixe e instale o Query Analyzer do nosso site. O link para baixar é: https://recoverytoolbox.com/download/isqlwInstall.exe

Resposta:

É possível que algo mais tenha acontecido com seu arquivo mdf entre a avaliação e o registro (recuperado por outro software ou alguma outra coisa). Para verificar isso, execute a versão demo no arquivo em outro computador.

Se você vir o erro a seguir depois de executar seus scripts:

Server: Msg 242, Level 16, State 3, Line 1

[Microsoft][ODBC SQL Server Driver][SQL Server] A conversão de um tipo de dados char para um tipo data e hora resultou em um valor de data e hora fora dos limites. A declaração foi encerrada.

A instrução foi encerrada.

Resposta:

Isso significa que você deve mudar as configurações de idioma do servidor fazendo o seguinte:

  1. Inicie o Enteprise Manager (Administrador Empresarial).
  2. Selecione o servidor necessário e se conecte a ele.
  3. Abra sua janela de propriedades clicando nele com o botão direito do mouse e selecionando Properties (Propriedades).
  4. Abra a aba Server Settings (Configuração de Servidor).
  5. Selecione English (Inglês) com Default Language (Idioma Padrão) na lista suspensa e pressione OK.
  6. Interrompa o SQL Server. Para isso, selecione Stop (Interromper) no menu de contexto e responda Yes (Sim) à pergunta Are you sure you wish to stop SQL Server service? (Tem certeza de que deseja interromper o serviço do SQL Server) na janela de confirmação.
  7. Inicialize o SQL Server. Para isso, selecione Start (Iniciar) no meu de contexto.
  8. Agora você pode executar scripts salvos no seu disco rígido pela Recovery Toolbox for SQL Server (Ferramentas de Recuperação para SQL Server). Você também pode executar o programa no modo de execução de scripts de banco de dados.
  9. Agora você precisa restaurar as configurações. Para isso, abra a janela de propriedades do servidor necessário no Enterprise Manager (Administrador Empresarial).
  10. Selecione o idioma padrão do usuário na lista Default Language (Idioma Padrão) e pressione OK.
  11. Interrompa o SQL Server. Para isso, selecione Stop (Interromper) no menu de contexto e responda Yes (Sim) à pergunta Are you sure you wish to stop SQL Server service? (Tem certeza de que deseja interromper o serviço do SQL Server) na janela de confirmação.
  12. Inicialize o SQL Server. Para isso, selecione Start (Iniciar) no meu de contexto.

Se você vir o erro a seguir depois de executar seus scripts:

Server: Msg 242, Level 16, State 3, Line 1

[Microsoft][ODBC SQL Server Driver][SQL Server] A conversão de um tipo de dados char para um tipo data e hora resultou em um valor de data e hora fora dos limites. A declaração foi encerrada.

A instrução foi encerrada.

Resposta:

Isso significa que você deve mudar as configurações de idioma do servidor fazendo o seguinte:

  1. Inicie o Management Studio (Estúdio Administrativo).
  2. Selecione o servidor necessário.
  3. Acesse Security/Logins (Segurança/Logins).
  4. Selecione o usuário que usará o banco de dados e abra a janela de propriedades do usuário.
  5. Selecione English (inglês) com Default Language (Idioma Padrão) na lista suspensa e pressione OK.
  6. Agora você pode executar o script salvo no seu disco rígido pela Recovery Toolbox for SQL Server (Ferramentas de Recuperação para Servidor SQL). Ou então, você também pode executar o programa no modo de execução de scripts de banco de dados.
  7. Agora você precisa restaurar as configurações. Para isso, abra a janela de propriedades do usuário necessário no Management Studio (Estúdio Administrativo).
  8. Selecione o idioma padrão do usuário na lista Default Language (Idioma Padrão) e pressione OK.

Resposta:

Copiar ou restaurar as tabelas de dados de um banco de dados MSDB em um novo servidor não permite restaurar os pacotes DTS porque eles possuem conexões interiores com o contexto de execução do servidor em que foram criados e no qual são usados antes da imigração. Para copiar os pacotes DTS entre servidores, devem ser empregados scripts VB. Portanto, o programa Recovery Toolbox for SQL Server (Ferramentas de Recuperação para Servidor SQD) não é adequado para restaurar pacotes DTS.

Resposta:

A Recovery Toolbox for SQL Server (Ferramentas de Recuperação para SQL Server) detecta automaticamente a versão do servidor em que o banco de dados era usado. Portanto, se o banco de dados era usado no MS SQL Server 2000, o programa registrará a ferramenta isqlw na lista de scripts salvos para importação para o novo banco de dados. Se o banco de dados era usado no MS SQL Server 2008 ou posterior, a ferramenta sqlcmd será usada nos scripts. Se você quiser importar dados para um banco de dados em um servidor com versão diferente da do original, você deverá usar a ferramenta para o servidor correspondente:

  • Isqlw – para o MS SQL Server 2000
  • Sqlcmd – para o MS SQL Server 2005 e posterior

Resposta:

  1. Execute o SQL Server Management Studio (Estúdio Administrativo do Servidor SQL)
  2. No Object Explorer (Explorador de Objetos), clique em Databases (Bancos de Dados).
  3. Clique em Attach (Anexar)
  4. Clique no botão Add (Adicionar)
  5. Selecione o arquivo mdf e clique no botão OK
  6. Clique no botão OK
  7. Espere a operação ser encerrada.

Resposta:

Recovery Toolbox for SQL Server pode recuperar informação parcialmente ou completamente de arquivos .MDF/.NDF da base de dados do Microsoft SQL Server encriptados por ransomware viruses.

Recovery Toolbox for SQL Server não decifra dados.

Em geral, decifrar dados não é aplicável nesses casos.

No entanto, Recovery Toolbox for SQL Server pode ser útil em casos quando o arquivo MDF está parcialmente encriptado. Tipicamente, vírus só encriptam o cabeçalho e/ou o começo de arquivos por causa de seu tamanho largo. Nesses casos, se só o cabeçalho ou parte do arquivo MDF foi encriptado, Recovery Toolbox for SQL Server pode ajudar. O programa analisa todos os blocos de dados e estrutura de dados no arquivo. Então, recria a estrutura de dados e o arquivo em si, se possível.

Estrutura de um arquivo MDF Microsoft SQL Server

É possível recuperar dados a partir de um arquivo MDF depois de um ataque por um vírus Ransomware Virus?

Não há garantia que você possa recuperar 100% dos dados ou parte disso usando o programa. Para uma resposta definitiva, você precisa baixar a versão DEMO do Recovery Toolbox for SQL Server, especificamente o arquivo MDF encriptado e esperar pela análise do arquivo completo.

Com o fim da análise do arquivo .mdf na versão DEMO do programa, uma preview completa dos dados que pode ser extraído do arquivo está disponível.

Nota: O departamento de atendimento ao cliente da Recovery Toolbox informa que usualmente programas ransomware usualmente só encriptam o cabeçalho do arquivo da base de dados por causa do seu tamanho largo. Como resultado, normalmente é possível recuperar quase completamente a estrutura de dados e quase toda a informação do arquivo fonte.

Selecione ou digite o nome do arquivo a ser recuperado. Nome do arquivo de origem (.mdf)

Selecione o modo de recuperação e as propriedades do destino

Conteúdo de arquivo de Microsoft SQL Server original. Pressione o botão Iniciar recuperação (Start Recovery) para salvar os resultados

Outros produtos:

Recovery Toolbox for Address Book Recovery Toolbox for Address Book Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Access Recovery Toolbox for Access Exibir detalhes
Recovery Toolbox for DWG Recovery Toolbox for DWG Exibir detalhes
Recovery Toolbox for CorelDraw Recovery Toolbox for CorelDraw Exibir detalhes
Recovery Toolbox for DBF Recovery Toolbox for DBF Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Excel Recovery Toolbox for Excel Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Exchange Server Recovery Toolbox for Exchange Server Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Flash Recovery Toolbox for Flash Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Illustrator Recovery Toolbox for Illustrator Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Lotus Notes Recovery Toolbox for Lotus Notes Exibir detalhes
Recovery Toolbox for MySQL Recovery Toolbox for MySQL Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Outlook Express Recovery Toolbox for Outlook Express Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Outlook Express Password Recovery Toolbox for Outlook Express Password Exibir detalhes
Outlook Express Backup Toolbox Outlook Express Backup Toolbox Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Outlook Recovery Toolbox for Outlook Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Outlook Password Recovery Toolbox for Outlook Password Exibir detalhes
Outlook Backup Toolbox Outlook Backup Toolbox Exibir detalhes
Recovery Toolbox for OneNote Recovery Toolbox for OneNote Exibir detalhes
Recovery Toolbox for PowerPoint Recovery Toolbox for PowerPoint Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Project Recovery Toolbox for Project Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Photoshop Recovery Toolbox for Photoshop Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Registry Recovery Toolbox for Registry Exibir detalhes
Recovery Toolbox for PDF Recovery Toolbox for PDF Exibir detalhes
Recovery Toolbox for PDF Password Recovery Toolbox for PDF Password Exibir detalhes
Recovery Toolbox for RAR Recovery Toolbox for RAR Exibir detalhes
Recovery Toolbox for SQL Server Recovery Toolbox for SQL Server Exibir detalhes
Recovery Toolbox for Word Recovery Toolbox for Word Exibir detalhes
Recovery Toolbox for ZIP Recovery Toolbox for ZIP Exibir detalhes
Recovery Toolbox for CD Free Recovery Toolbox for CD Free Exibir detalhes
Recovery Toolbox File Undelete Free Recovery Toolbox File Undelete Free Exibir detalhes
Mail Undelete Recovery Toolbox Free Mail Undelete Recovery Toolbox Free Exibir detalhes